Aqui você encontra as respostas para as perguntas mais comuns referente ao dispositivo de retenção para crianças.

Gerais

Como a cabeça do bebê é desproporcional ao corpo e os músculos do pescoço ainda não estão totalmente desenvolvidos, a utilização de uma cadeirinha de frente para o movimento aumenta o risco de lesões na cervical em caso de colisão.

Porém quando utilizada de costas para o movimento a energia gerada pelo deslocamento do corpo da criança em caso de colisão é distribuída uniformemente contra a cadeirinha.

Cadeirinhas que são certificadas apenas no grupo 0+ (do nascimento até 13kg), sempre são utilizadas de costas para o movimento. 
Cadeirinhas que são certificadas no Grupo 0 e combinadas com outros grupos, por exemplo grupo 0/1 (do nascimento até 18kg) ou grupo 0/1/2 (do nascimento até 25kg) podem ser utilizadas de frente para o movimento a partir de 9kg, porém o ideal é passar a utilizá-las nesta posição apenas a partir dos 10kg.

Não, pois mesmo que a cadeira visualmente esteja perfeita a sua estrutura pode ter sido afetada durante o acidente e se submetida a um novo esforço o material pode sofrer uma fadiga e comprometer a segurança da criança.
Justamente por não saber a que esforços a cadeirinha foi submetida é que não se deve adquirir uma cadeirinha usada.

Nossas cadeiras não são certificadas para uso em aeronaves.

É necessário ajustar os cintos de segurança da cadeira de forma que o espaço entre o corpo e o cinto de segurança da cadeirinha não seja maior do que 1 (um) dedo.
Se mesmo assim a criança conseguir se soltar (mexendo os ombros por exemplo), deve-se explicar para ela a importância do uso correto da cadeirinha e assim criar uma consciência para o uso correto.

Não. O dispositivo de retenção infantil é apropriado apenas para veículos equipados com cinto de segurança de três pontos retrátil.

Somente se o veículo for equipado com o cinto de três pontos retrátil.

Este item é um acessório disponível apenas para as cadeiras Beline SP da marca Ferrari.

Os encaixes possuem um lado arredondado e outro lado reto, as partes arredondadas que devem ficar viradas para a frente, conforme demonstrado na figura abaixo:

Entre em contato conosco através do telefone 9xx11 2615-6651 ou e-mail: satt@teamtex.com.br.

Nossas cadeiras possuem acabamento emborrachado na parte de trás das ombreiras, para aumentar o atrito e ajudar a reduzir o movimento do corpo da criança em casos de grande impacto. Por isso é importante seguir a advertência contida no manual do proprietário alertando sobre o risco do dispositivo de retenção infantil ficar sob alta temperatura, o ideal é que o veículo esteja arejado e protegido da radiação solar.

Para entender isto é preciso entender como o cinto de segurança do veículo funciona.

O cinto de segurança do veículo funciona porque ele possui um retrator com um mecanismo de trava que pode funcionar de 2 maneiras:

  1. Acionado ou pelo movimento do carro

Neste caso o cinto de segurança é travado pela inércia pois quando o veículo para repentinamente um pêndulo move-se para a frente fazendo com que uma lingueta prenda o mecanismo do cinto de segurança.

Você percebe isto ao passar em uma rua com muitas ondulações pois tentamos nos movimentar dentro do carro e nosso corpo fica preso pelo cinto de segurança sendo que somos liberados apenas após  diminuirmos a velocidade.

Quando o pêndulo não é acionado o cinto do veículo não trava.

 

  1. Acionado pelo movimento dos cintos

Neste caso o cinto de segurança é travado pela força centrífuga pois quando algo puxa bruscamente a correia do cinto de segurança uma bobina gira mais rapidamente impulsionando uma alavanca que impede o movimento do cinto de segurança.

Neste sistema quando você tenta movimentar seu tronco muito rapidamente não consegue mas ao tentar fazer o mesmo movimento mais lentamente você consegue.

Quando o cinto é puxado lentamente ele não trava.

 

Como o cinto de segurança do veículo prende uma cadeirinha da mesma maneira que prende nosso corpo, ela ficará solta até o momento em que o sistema que trava o cinto do veículo for acionado.

Por isto que é muito importante seguir rigorosamente todas as instruções do manual do proprietário para que o cinto do veículo esteja bem posicionado na cadeirinha, desta forma quando o cinto for exigido ele travará e consequentemente impedirá o deslocamento da cadeirinha.

 

Dúvidas Beline SP (grupos 1/2/3 - dos 9kg aos 36kg)

Existem alguns motivos para isto ocorrer:

a) Ajuste da altura do cinto de segurança
Verifique se o cinto de segurança está na altura correta. Consulte o manual do proprietário para mais detalhes. 

b) Almofada redutora de assento e costas
A almofada redutora de assento e costas somente deve ser utilizada quando o cinto de segurança do DRC estiver na posição mais baixa de todas. Consulte o manual do proprietário para mais detalhes. 

c) A criança possui mais de 18kg
O cinto de segurança da cadeira Beline SP deve ser utilizado apenas até a criança possuir 18kg. Obrigatoriamente a partir dos 18kg ou alternativamente a partir dos 15kg (dependendo da constituição física da criança) ela deve ser utilizada sem o seu cinto de segurança.Neste caso a cadeira e a criança devem ser fixadas apenas com o cinto de segurança do próprio veículo. Siga os passos descritos no item: "INSTALAR PARA A UTILIZAÇÃO SEM O CINTO DOS OMBROS" localizado no Manual do Proprietário. 

d) O encosto de costas não está corretamente encaixado no assento.
Vide a resposta da próxima pergunta.

Provavelmente o encosto das costas não está encaixado corretamente no assento, para encaixá-lo corretamente siga os passos abaixo:

a) Na extremidade do encosto das costas, existem duas abas para encaixe. Alinhe e encaixe estas duas abas nos orifícios localizados na parte de trás do assento e em seguida levante o encosto verticalmente. 


b) Ao levantar o encosto na vertical, certifique-se de que não há componentes do cinto de segurança, da capa têxtil ou qualquer outro objeto entre o encosto e o assento; 


c) Quando o encosto estiver totalmente na vertical, empurre-o para baixo até sentir que o encaixe entre as duas partes ocorreu. Para facilitar este movimento empurre primeiro um lado e depois o outro lado (1 e 2). 


d) Certifique-se de que as abas estão totalmente encaixadas e inseridas nos orifícios e que o encosto de costas está bem fixo e estável.

Quando a Beline for utilizada sem os seus cintos de segurança, ou seja, apenas com os cintos de segurança do veículo a parte diagonal do cinto de segurança do veículo deve passar, juntamente com as partes abdominais, por baixo do apoio do braço, como demonstrado na figura abaixo:

Não. A cadeira é certificada para garantir a segurança da criança se utilizada conforme orientação no manual do proprietário, ou seja, juntamente com o encosto de costas e de cabeça.
E a utilização sem estas partes elimina a proteção adicional para impactos na lateral do veículo.

Dúvidas Cosmo (grupos 0/1/2 - do nascimento até os 25kg)

A pinça azul deve ser utilizada para prender as duas partes do cinto de segurança do veículo quando a cadeirinha for utilizada de costas para o movimento (grupo 0 - do nascimento até 10kg), conforme descrito no item INSTALAÇÃO DE COSTAS AO MOVIMENTO no manual do proprietário.

Sim, a cadeira Cosmo SP possui 5 posições para reclinação quando utilizada de frente para o movimento (grupo 1/2 - de 09 até 25kg).
E quando utilizada de costas para o movimento (grupo 0 – do nascimento até 10kg) deve ser utilizada na posição mais reclinada.

Dúvidas Trio (grupos 0/1/2 - do nascimento até os 25kg)

Não, a cadeira Trio SP possui apenas 1 posição de costas para o movimento (grupo 0 - do nascimento até 10kg) e 1 posição de frente para o movimento do veículo (grupo 1/2 - de 09 até 25kg).